Artigos

Outubro Rosa: se toque, se cuide, se ame!

Saúde

Neste mês de outubro, o foco é a divulgação da importância da prevenção ao câncer de mama. O Outubro Rosa, movimento mundial surgido nos EUA, além de informações, visa promover o autocuidado e salvar vidas, uma vez que as taxas de cura são altas quando a doença é detectada em estágios iniciais.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma em cada oito mulheres será diagnosticada com câncer de mama em algum momento da vida. Vamos conhecer um pouco mais sobre o Outubro Rosa e descobrir como ajudar?

História do outubro rosa

Em 1997, o governo americano decretou o mês de outubro como o mês nacional de prevenção ao câncer de mama. Porém, antes disso, muitas ações já aconteciam nesta época com o intuito de promover a prevenção, por isso a escolha da data. Não tardou para que demais países adotassem a ocasião para estimular as mulheres a fazer o autoexame das mamas.

Já a cor rosa remete ao laço rosa, símbolo mundial da luta contra o câncer. Esse ícone começou em 1990, em Nova York, quando a fundação Susan G. Komen for the Cure distribuiu para os participantes da 1° Corrida pela Cura laços cor de rosas.

Câncer de mama: um mal que deve ser combatido

No Brasil, desde o ano de 2010, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) participa ativamente do Outubro Rosa, estimulando campanhas, divulgando dados e pesquisas e promovendo debates no país todo.

O câncer de mama consiste em um tumor maligno desenvolvido por conta de alterações genéticas nas células da mama, causando crescimento anormal. Depois do câncer de pele não melanoma, trata-se do tipo de câncer mais comum entre as mulheres. Somente no Brasil, o INCA calcula mais de 59 mil novos casos em 2018.

Incidência e importância da prevenção

Pesquisas apontam que a incidência de câncer de mama está crescendo no mundo todo. O que cria um alerta para as pessoas. Estima-se que fatores genéticos e históricos familiares da doença representem 10% dos casos. Outros fatores estão relacionados aos hábitos de vida, como obesidade, sedentarismo, fumo e consumo de bebidas alcoólicas.

Existem diversos tipos de câncer de mama, alguns mais invasivos e outros não.  É importante que as mulheres se atentem aos sinais da doença, como nódulos nas mamas e axilas, assimetria dos seios e alterações na pele, como vermelhidão. Além do autoexame, a mamografia deve ser feita anualmente, segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, principalmente para mulheres com mais de 40 anos.

Quando detectado em estágios iniciais, a probabilidade de cura do câncer de mama é superior a 90%. Por isso a importância do Outubro Rosa como vetor de informações e engajamento da população. Nas empresas, uma forma de ajudar as pessoas é investir em ações de conscientização e estimular as colaboradoras a procurarem especialistas e realizarem os exames de detecção da doença.

Você sabia que a Influence dispõe do Oncoplus, um inovador programa de prevenção de saúde que ajuda no combate ao câncer, inclusive o câncer de mama? Entre em contato conosco e saiba mais!

Todo o cuidado que a vida precisa.

Revolução na prevenção
e combate ao câncer.
CONHEÇA O ONCOPLUS
close-link